domingo, 21 de Setembro de 2014

O Zé Broncas ataca de novo

Ninguém tinha ouvido falar do Talisca, não é?
Pois, no FM 2014 ( saído há quase um ano) lá está Talisca nos sub21  do Brasil.

Elevação

Afinal, o assessor partilhado  por Seguro e Meneses ( ah!, o populismo, o direito à presunção de inocência etc) trabalhou para António Costa "durante 16 meses".
O problema é que  o homem dos bonecos  no defunto  Simplex  diz ao Correio da Manhã  que ficou a arder  com a nota e vai processar o messias.

Manicotti


Já tiveram essa sensação? De que o carro não tem rodas, a cerveja sai quente do  frigorífico ou o cão mia? Pois.
Com a entrega do negócio dos lixos à  Mota Engil , salvo o PCP  e os interessados ( alguns municípios), não lemos nem escutámos o costume acerca do ataque neoliberal.
Pacheco Pereira, uma voz livre, teve tempo para zurzir num tal de  Maçães a propósito do referendo escocês,  o Câmara Corporativa desconhece de todo mais uma entrega do pote, o messias do PS  não abriu a boca. Teho a leve ideia de que Constança Cunha e Sá, Adão e Silva, Bagão e Ferreira Leite também não vão perder tempo com o assunto.
Assim é que é bonito. A família primeiro.

sábado, 20 de Setembro de 2014

Pérolas a porcos

Infelizmente.
Já agora, o novo termo para asneiras da defesas, substituindo asneirar ou borregar: : maurissarr.

"Tenho muito para contar sobre a vida dele"

Quatorze meses de experiência e já debita sentenças sobre as outras mães.
Vai longe.

Happy birthday, Mr. Cohen*

Like a bird on the wire,
like a drunk in a midnight choir
I have tried in my way to be free.
Like a worm on a hook,
like a knight from some old fashioned book
I have saved all my ribbons for thee.
If, if I have been unkind,
I hope that you can just let it go by.
If I, if I have been untrue
I hope you know it was never to you.

*Leonard Cohen faz amanhã 80 gloriosos anos.

sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Não chega?

Vivi três anos deliciosos em Ponta Delgada, um deles como professor na Universidade dos Açores. Nunca me apercebi, entre alunos, colegas, amigos e conhecidos, de qualquer sentimento de independência. Bem pelo contrário. É como o monstro do Loch Ness: se existe, anda muito escondidinho.
De modo que aproveitar o referendo escocês para ressuscitar a FLA é um pouco humilhante. Para os escoceses. Não chega a derrota de ontem?

A propósito das notícias de hoje

Que a relação de Passos Coelho com a Tecnoforma tem zonas de sombra, já se sabia.
Que a sua actividade empresarial se resume ao que o Público chama eufemisticamente "facilitar a captação de contratos para a empresa" (leia-se: sobretudo com o Estado), também já se sabia.
O que não se sabe é como é que este homem chegou a Primeiro-Ministro.
Ou talvez se saiba.

Silly season serôdia

Seria para assitir de cadeirinha. Os tipos estão profundamente  convencidos da existência de diferenças insanáveis entre eles.
Daria na primeira  guerra intramarina do Atlântico.

PS: aqui era o mais depressa possível, mas com a condição de o cabotino permanecer dictactor.

Passos Coelho

Na versão cultural, lida, com mundo.

quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Traços (13)


O respeito é  voltar a olhar para ( cima) , o despeito é olhar para  baixo.
Tudo se resume  ao ângulo.

Traços ( 12)

-Se me amas, por que tens outra?
-Porque só te amo  a ti.