sábado, 24 de janeiro de 2015

Hummmm...

Se o Syriza falhar? Violência? Sim, sim, toda  a violência política é legítima, pelo menos enquanto não responsabilizam "fascistas infiltrados" por ela.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Relativismos

O João Miranda  generaliza a partir de um caso de revistas cor de rosa. Bom para ele.
continua  a achar que isto é uma questão de moda e que uns doidos de uns activistas querem brincar  ao duque de Alba com os desgraçados dos companheiros equiparados  a autores de moscambilhas fiscais.
Bem, esta desgraçada  foi à esquadra queixar-se  de uma factura falsa, voltou para casa e deixou de ter problemas com o IRS.

adenda: e vão duas.

Também é duro, mas é verdade:

Sortear suspeitas, by Fernanda Câncio.
Pela minha parte, não contribuo para a  liquefacção geral.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

É duro mas é verdade:

"Os nossos opositores não conseguiram – porque é impossível – rebater a hipocrisia denunciada de uma ordem jurídica que permite a existência de famílias homoparentais cujas crianças têm uma só menção no registo, a adoção singular por gays e lésbicas que podem criar os adotados com os seus parceiros, mas que não admite a duas pessoas do mesmo sexo candidatem-se a adotar uma criança institucionalizada, numa lógica positiva de vínculo duradoiro  de amor".

A partir do momento em que congelamos embriões ( que passado o  prazo de vitalidade são deitados fora), em que o aborto por falta de motivação é permitido e  em que se alugam barrigas, por que carga de água é que o género humano é derrotado pelo facto de uma criança ter duas mães?

Inacreditável e pomposa paróquia

Na edição impressa, a notícia vem em página inteira. A enorme fotografia que acompanha a  notícia é do senhor Vexa  reitor e de uma senhora Almeida Santos. O premiado aparece em baixo numa foto tipo passe.

Pressuponho que

A Ana Matos Pires, do Livre, também seja uma vendida à propaganda do governo.
São dias de lixo, são.

Viva la vida

Ainda bem que não foi um compatriota do Che  encontrado morto,  com um tiro na cabeça, dias antes de apresentar provas do conluio entre  um presidente neoliberal , terroristas e petróleo.
Fomos poupados à indignação SIC-N/TSF de hora a hora e a um artigo do dr. Soares.


Antena islâmica

1) O Estado Islâmico vai ter  uma TV.
2) Nazeer tem razão: Bibi, cala-te.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Por acaso discordo


Boaventura e os seus papagaios -  numa monografia que fiz  no primeiro ciclo do doutoramento em estudos asiáticos , na FLUP, mencionei um que citou abundantemente  Edward Said sem indicar na bibliografia  um único livro ou artigo do homem - esclerosados  ( Focault, Derrida, Fanon, Negri, Bhabha etc) podiam bem experimentar cá  em Coimbra. Estamos a precisar.

Emoções

A propósito das louvas a este ex anunciante de bancos, agora cantor de protesto, lembrar o carinho  que os bem pensantes  dedicavam  a esta querida dos portugueses em França.
Aliás, em linha com o respeito com que falavam das casas que eles faziam cá, dos carros que traziam e da pronúncia que usavam. Sempre empáticos, os bem pensantes, com os sacrifícios dos que eram obrigados a abandonar a Pátria, não era?